jusbrasil.com.br
7 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TRF-5 - Apelação Civel : AC 327460 CE 2002.81.00.005086-0

    MANDADO DE SEGURANÇA. ADMINISTRATIVO. AÇÃO DE RESTITUIÇÃO DE VALORES INDEVIDAMENTE DESCONTADOS A TÍTULO DE PSS DE INATIVO. PRELIMINAR. PRESCRIÇÃO. DIREITO AO NÃO PAGAMENTO DO PSS RECONHECIDO EM AÇÃO MANDAMENTAL TRÂNSITA EM JULGADO. TERMO A QUO DO PRAZO PRESCRICIONAL A CONTAR DO SEU TRÂNSITO EM JULGADO. INOCORRÊNCIA DE PRESCRIÇÃO. DEVOLUÇÃO DAS PARCELAS INDEVIDAMENTE RECOLHIDAS. POSSIBILIDADE.

    Processo
    AC 327460 CE 2002.81.00.005086-0
    Orgão Julgador
    Segunda Turma
    Publicação
    Fonte: Diário da Justiça - Data: 04/06/2004 - Página: 813 - Nº: 107 - Ano: 2004
    Julgamento
    4 de Maio de 2004
    Relator
    Desembargador Federal Manoel Erhardt (Substituto)

    Ementa

    MANDADO DE SEGURANÇA. ADMINISTRATIVO. AÇÃO DE RESTITUIÇÃO DE VALORES INDEVIDAMENTE DESCONTADOS A TÍTULO DE PSS DE INATIVO. PRELIMINAR. PRESCRIÇÃO. DIREITO AO NÃO PAGAMENTO DO PSS RECONHECIDO EM AÇÃO MANDAMENTAL TRÂNSITA EM JULGADO. TERMO A QUO DO PRAZO PRESCRICIONAL A CONTAR DO SEU TRÂNSITO EM JULGADO. INOCORRÊNCIA DE PRESCRIÇÃO. DEVOLUÇÃO DAS PARCELAS INDEVIDAMENTE RECOLHIDAS. POSSIBILIDADE.

    1. Objetiva a presente ação a restituição dos valores indevidamente descontados a partir do mês de agosto de 1996, até o mês de junho/97, nos proventos do autor, a título de Contribuição para o Plano de Seguridade Social.

    2. O pagamento do PSS determinado pela MP nº 1415/96, já restou reconhecido como indevido em ação mandamental já trânsita em julgado, favorável ao autor.

    3. Muito embora o direito de eximir-se do pagamento da contribuição dos inativos tenha exsurgido com a edição da MP 1415/96, o prazo prescricional do direito objetivado na presente ação - de restituição do indevidamente recolhido - inicia-se do trânsito em julgado da ação mandamental, razão pela qual é de afastar-se a prescrição argüida pela União.

    4. Reconhecido pois o direito ao não recolhimento da Contribuição Social, nos termos previstos na MP 1415/96, não há como negar-se ao particular a devolução do que restou indevidamente recolhido.

    5. Preliminar de prescrição rejeitada.

    6.Apelação e remessa oficial improvidas.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://trf-5.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/182098/apelacao-civel-ac-327460-ce-20028100005086-0

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)