jusbrasil.com.br
7 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TRF-5 - Apelação em Mandado de Segurança : AMS 92610 CE 2004.81.00.007970-5

    TRIBUTÁRIO. PIS. COFINS. BASE DE CÁLCULO. PLANO DE SAÚDE. INDENIZAÇÃO. TRANSFERÊNCIA DE RESPONSABILIDADE. ART. , PARÁGRAFO 9º, III, DA LEI Nº 9.718/98. - Em conformidade com o disposto no art. , parágrafo 9º, III, da Lei nº 9.718/98, a operadora de plano de saúde só pode deduzir da base de cálculo do PIS e da COFINS, a indenização paga a terceiro que assume a responsabilidade de prestar a assistência médica ao beneficiário do plano de saúde e não o valor pago ao conveniado pelo serviço médico por ele prestado por força do convênio firmado entre ele e a operadora do plano de saúde. - Apelação improvida.

    Processo
    AMS 92610 CE 2004.81.00.007970-5
    Orgão Julgador
    Quarta Turma
    Publicação
    Fonte: Diário da Justiça - Data: 27/05/2008 - Página: 523 - Nº: 99 - Ano: 2008
    Julgamento
    6 de Maio de 2008
    Relator
    Desembargador Federal Marcelo Navarro

    Ementa

    TRIBUTÁRIO. PIS. COFINS. BASE DE CÁLCULO. PLANO DE SAÚDE. INDENIZAÇÃO. TRANSFERÊNCIA DE RESPONSABILIDADE. ART. , PARÁGRAFO 9º, III, DA LEI Nº 9.718/98. - Em conformidade com o disposto no art. , parágrafo 9º, III, da Lei nº 9.718/98, a operadora de plano de saúde só pode deduzir da base de cálculo do PIS e da COFINS, a indenização paga a terceiro que assume a responsabilidade de prestar a assistência médica ao beneficiário do plano de saúde e não o valor pago ao conveniado pelo serviço médico por ele prestado por força do convênio firmado entre ele e a operadora do plano de saúde. - Apelação improvida.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://trf-5.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/628614/apelacao-em-mandado-de-seguranca-ams-92610-ce-20048100007970-5

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)