jusbrasil.com.br
5 de Abril de 2020
2º Grau

Tribunal Regional Federal da 5ª Região TRF-5 - Apelação Criminal : ACR 3399 CE 2003.05.00.023453-1

PENAL. FALSIDADE IDEOLÓGICA. CRIME CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL. AUFERIMENTO DE VANTAGEM. DESNECESSIDADE PARA CARACTERIZAR O TIPO. ELEMENTO SUBJETIVO. CONSUNÇÃO. A CONFISSÃO DO RÉU E AS PROVAS MATERIAIS, INDICAM QUE HOUVE FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA A PERPETRAÇÃO DE CRIME CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL. ABSORÇÃO DO CRIME-MEIO PELO CRIME-FIM. PARA A CARACTERIZAÇÃO DE CRIME CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL, DESNECESSÁRIO QUE HAJA INADIMPLEMENTO DE FINANCIAMENTO OBTIDO FRAUDULENTAMENTE, POSTO QUE O BEM JURÍDICO A SER TUTELADO NÃO É A PROPRIEDADE E SIM A FÉ PÚBLICA. APELAÇÃO PARCIALMENTE PROVIDA.

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Processo
ACR 3399 CE 2003.05.00.023453-1
Órgão Julgador
Quarta Turma
Publicação
Fonte: Diário da Justiça - Data: 06/04/2004 - Página: 583
Julgamento
17 de Fevereiro de 2004
Relator
Desembargador Federal Lazaro Guimarães

Ementa

PENAL. FALSIDADE IDEOLÓGICA. CRIME CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL. AUFERIMENTO DE VANTAGEM. DESNECESSIDADE PARA CARACTERIZAR O TIPO. ELEMENTO SUBJETIVO. CONSUNÇÃO. A CONFISSÃO DO RÉU E AS PROVAS MATERIAIS, INDICAM QUE HOUVE FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA A PERPETRAÇÃO DE CRIME CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL. ABSORÇÃO DO CRIME-MEIO PELO CRIME-FIM. PARA A CARACTERIZAÇÃO DE CRIME CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL, DESNECESSÁRIO QUE HAJA INADIMPLEMENTO DE FINANCIAMENTO OBTIDO FRAUDULENTAMENTE, POSTO QUE O BEM JURÍDICO A SER TUTELADO NÃO É A PROPRIEDADE E SIM A FÉ PÚBLICA. APELAÇÃO PARCIALMENTE PROVIDA.

Referências Legislativas